Como criar uma landing page de sucesso?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
5/5

Como criar uma Landing Page com alto volume de conversão?

Desenvolver uma landing page eficaz envolve envolve muito mais do que construir uma simples página com um formulário, e esperar que isso inspire o seu usuário a lhe dar seus dados ou adquirir os seus produtos. É preciso estar ciente daquilo que o consumidor quer e principalmente apostar na criatividade e experimentação. 

Vale lembrar que não existe uma regra para criar Landing Pages “perfeitas”. Criatividade, estudos, e dados, sempre falamos de dados. Se tratanto de tecnologia em comunicação “achismos” definitivamente não funcionam. Mais vale um dado negativo, que pode ser mensurado e escalonado, do que um “achismo” positivo o qual não se pode mensurar.

Landing Pages de alta conversão são tão diferentes quanto as pessoas que as olham. Cada um tem um plano de ação diferente para conduzir, um usuário diferente para impactar, um produto ou serviço diferente a oferecer e um nicho diferente a ser abordado.

Exemplos de cenários:

  • Uma Landing Page está vendendo roupas para maratonistas profissionais.
  • Outra página de destino está convidando profissionais de marketing para uma conferência sobre conversão que durará dois dias em Toronto.
  • Uma terceira página está pedindo aos sommeliers respondam a um quiz on-line.

É improvável que um mesmo design de página funcione para todos os três.

Isso ocorre porque há uma quantidade incrível de variações entre o público, a finalidade, a intenção, o produto, o ângulo, o foco, o setor, o nicho, a percepção, a aceitação, os custo de aquisição, as mensagens, a proposta de valor e a abordagem de depoimentos.

Portanto, “dois pesos, para duas medidas”.

Mas existem similaridades, Landing Pages de alta conversão geralmente têm várias características em comum.

Afinal o que é uma Landing Page?

Vamos alinhar primeiramente a nossa definição de Landing Page, entender exatamente o que é, e como ela se diferencia das outras páginas do seu site, especialmente da sua página inicial.

O objetivo de uma Landing Page é aumentar as taxas de conversão para atingir suas metas de crescimento de marketing ou de negócios. Uma página de destino pode ser sua página inicial, ou outra página dentro de sua taxonomia, ou pode ser uma página independente criada para uma campanha, venda ou produto específico.

Se tratando de uma Landing Page versus uma página inicial ou outra página que seus visitantes encontram por meio de um mecanismo de pesquisa, podemos ficar confusos.

Tudo se resume a como eles encontram sua página e o motivo pelo qual ela existe, em primeiro lugar. As pessoas costumam encontrar páginas domésticas por meio do boca a boca ou nas mídias sociais, enquanto as Landing Pages geralmente são encontradas organicamente ou por patrocínio, usando palavras-chave e resultados de pesquisa de alto nível.

Cada página tem seu próprio objetivo sempre baseado em algum tipo de conversão: informar, atuar como uma porta de entrada para o restante do site (como em sua página inicial), captar leads e outras ações desenhadas pelo time de marketing.

Benefícios das Landing Pages

  • Obtém classificação de SEO

As páginas de destino são criadas para segmentar um conjunto específico de termos de pesquisa. Eles também são promovidos usando o Google Adwords e outros métodos de visualização pagos. Ambos melhoram a página de destino na classificação e exibem o seu produto, promoção ou venda na frente para pessoas que pesquisam por produtos/serviços semelhantes.

  • Promoção de um produto, venda ou captação de lead

Uma Landing Page concentra-se em uma promoção, produto ou venda. Ela mora fora da taxonomia do seu site e existe apenas para transmitir uma mensagem. Isso é bom de várias maneiras:

Ele move uma meta específica de vendas ou marketing para o primeiro plano, obtendo maior conversão.

Dá a você a oportunidade de isolar e monitorar o sucesso de um determinado produto, objetivo ou conjunto de palavras-chave.

Tornar o processo de compra/assinatura mais eficiente

A LP atua simplesmente como um portal para mover os visitantes pelo funil com mais eficiência. Em vez de as pessoas encontrarem seu CTA em algum lugar no seu site, eles o encontram imediatamente e passam a se inscrever, comprar ou participar.

Como criar uma página de destino que converte

Antes mesmo de começar a desenvolver a sua página de destino, você precisa determinar o que deseja que ela realize. Você está procurando aumentar sua lista de e-mails? Promover um novo produto? Promover um desconto em um serviço de assinatura?

Depois de ter seu objetivo, pense sobre qual será sua mensagem. Como sua oferta – seja uma assinatura de conteúdo, uma lista de e-mail ou um produto – resolve o problema de alguém?

Então você pode iniciar sua pesquisa de palavras-chave. O que as pessoas digitam quando estão procurando soluções para o problema que sua venda, produto ou serviço pode resolver?

Depois de ter sua meta, mensagem e palavras-chave, você poderá começar a montar sua página de destino. Comece a pensar nos elementos que deseja incluir: um CTA, um vídeo de apresentação de vendas ou talvez um formulário.

É essencial que a sua página possua alguns elementos básicos:

1. Um título atrativo

Uma “manchete” é onde tudo começa – interesse, atenção e compreensão.

É o que leva um visitante a ficar e aprender mais sobre o que você está oferecendo – ou não.

  • Dicas para criar um bom título:

O título deve atrair a atenção do leitor.

O título deve informar ao leitor sobre o que é o produto ou serviço.

O título deve ser curto. Nunca faça mais de 20 palavras e, de preferência, limite-o a 10.

É importante observar que, se seu título complementa uma imagem que explica o produto ou serviço, você não precisa entrar em tantos detalhes.

Exemplos de bons títulos:

“Projete melhor e mais rápido em equipe!”

O título é curto, e chega ao ponto rapidamente. Este produto foi claramente desenvolvido para equipes.

Se um visitante se relacionar ou se inspirar na declaração desta empresa, isso despertará seu interesse e fará com que ele queira saber mais.

“Fotografe o público no seu evento!”

Este título não tenta ser super criativo, mas identifica exatamente o que o serviço pretende fornecer. Muitas vezes é mais importante criar uma mensagem clara.

Veja um exemplo de uma mensagem onde não fica claro o tipo de serviço oferecido:

“Somos uma empresa para pessoas!”

Mesmo acompanhado de um subtítulo a mensagem pode acabar não surtindo o efeito desejado. Este tipo de mensagem pode ser aplicado para uma empresa cujo objetivo é se comunicar com o público fiel afim de fortalecer relações com a marca. Funcionaria em redes sociais e grupos privados onde o usuário já conhece o produto e serviço. Pois na maioria das vezes a Landing Page tem como objetivo agregar novos clientes.

Subtítulos Persuasivos

O próximo elemento necessário para criar uma página de destino efetiva é o subtítulo.

Se o título captura a atenção do visitante, o subtítulo é o que vai mante-lo na página.

Como criar um bom subtitulo?

Normalmente, o subtítulo é posicionado diretamente abaixo do título principal.

O subtítulo deve ter algum elemento persuasivo.


O subtítulo pode ter um pouco mais de profundidade e detalhe do que o título principal.


Vejamos por exemplo a Landing Page do Slack:

Seu título principal é, “Onde o trabalho acontece”,suficientemente conciso e chama a atenção.

Então, no subtítulo, os leitores podem aprender sobre a plataforma. Se sua equipe precisar realizar alguma das tarefas listadas, é claro que eles se beneficiam com o uso.

E, se for esse o caso, é muito mais provável que eles cliquem no botão “Introdução” do que depois de lerem apenas o título.

Porém nem sempre o subtítulo vem depois do título. O importante é organizar seu conteúdo de uma maneira que explique com eficiência o que você está oferecendo e terá muito mais sucesso na conexão com os leitores da sua página.

Imagens

Nosso cérebro processa imagens 60.000 vezes mais rápido do que o texto. Isso significa que os visitantes serão afetados pelas imagens na sua página de destino imediatamente.

Assim, ao selecionar e colocar suas imagens, certifique-se de que:

As imagens devem ser grandes.

As imagens devem ser relevantes para o seu produto ou serviço. Se você estiver vendendo um produto físico, é essencial que sua página de destino contenha uma imagem do produto.

Se você estiver vendendo um serviço, o objetivo principal da imagem deve ser chamar a atenção e demonstrar relevância para o visitante.


As imagens precisam ser de alta qualidade.


E ao determinar o que incluir, mantenha o foco em visuais relevantes e de alta qualidade.Não utilize uma imagem “qualquer” ou trabalhos de última hora no Photoshop.

Afinal, se suas imagens são a primeira coisa que um visitante processa, elas têm o potencial de moldar a impressão da marca sobre o visitante antes mesmo de lerem sua cópia – e você precisa que essa impressão seja boa.

Por exemplo, o Pro Create usa imagens na sua Landing Page para mostrar a funcionalidade do produto e ajudar a explicá-lo.

Além disso, ela fornece aos clientes em potencial uma noção de como é o produto e como se beneficiar do seu uso. Para ilustrações artísticas, profissionais ou amadoras, uma ótima opção!

Outro caso. A Shutterstock vende imagens – portanto, é natural que eles tenham uma página de destino com uma foto grande e de alta qualidade.

Afinal, quem gostaria de comprar fotos de uma empresa que não tenha uma ótima em seu próprio site? 

Também é importante lembrar que, como muitas pessoas baseiam sua opinião sobre sua marca em sua página de destino, você deve vê-la como uma chance de se diferenciar de seus concorrentes.

Lembre-se, muitas potenciais clientes baseiam a opinião sobre sua marca, no primeiro contato com ela, no caso, com a sua Landing Page. Então você deve vê-la como uma chance de se diferenciar de seus concorrentes.

 

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
On Key

Conteúdo relacionado

O poder dos grandes parceiros

Nem sempre os melhores parceiros ou fornecedores são aqueles que lhe entregam o um baixo preço, se tratando de serviços, é ainda mais complicado definir o que é um bom parceiro para a sua empresa, pois serviços são “produtos” intangíveis, onde devemos considerar a maneira como eles são desenvolvidos e mensurados.

Continuar lendo »